Arquivo da tag: emagrecer

Dieta Mediterrânea emagreça com saúde

Dieta Mediterrânea para emagrecer com saúde

Dieta Mediterrânea

 

A dieta mediterrânea, como o próprio nome diz, foi baseada nos hábitos alimentares dos povos que são banhados pelo mar mediterrâneo. São eles os países ao norte da África, Sudoeste da Ásia e ao Sul da Europa. Segundo estudos publicados pela Revista Veja, essa dieta foi eleita a mais eficaz para se perder peso em longo prazo, garantindo a manutenção da saúde e do peso.

Imagem freegreatpictures

 

Emagrece, controla o peso e cuida da saúde

 A Dieta Mediterrânea promete o emagrecimento, o controle do peso e a prevenção de várias doenças, como as cardiovasculares, hipertensão e obesidade.

Vale a pena investir, pois é altamente nutritiva. Oferecem nutrientes que são muito importantes para o bom funcionamento do organismo, que são provenientes do consumo diário de frutas, verduras, legumes, grãos, leguminosos, peixe e quantidade moderada de álcool, em especial, o vinho tinto.

Valorizam os alimentos frescos e in natura, excluindo da dieta alimentos industrializados, refinados e com aditivos químicos, que prejudicam a saúde. Além de todas as qualidades, a dieta também promove a longevidade e uma melhor qualidade de vida.

Incentiva-se o consumo de fibras, substâncias oxidantes e gorduras de alta qualidade, chamadas de insaturadas, como as provenientes de peixes, azeite de oliva, proteínas vegetais como o trigo, a lentilha, o grão de bico, a soja e o feijão. Tais nutrientes beneficiam o coração e a circulação – reduzindo em 30% o risco de derrames e infartos.

Retarda também o envelhecimento precoce das células – reduzindo riscos de doenças degenerativas como o Mal de Alzheimer e alguns tipos de câncer. Controla a obesidade, ajuda no controle do colesterol e do peso.

 

Óleos vegetais e Azeite de Oliva

Óleos vegetais como o azeite de oliva são ricos em ômega 9 (ômega nove), gordura que ajuda na saúde do coração, aumenta a saciedade, auxilia na redução do colesterol ruim e no aumento do colesterol bom, além de conter vitaminas e antioxidantes é um excelente renovador celular.

 

Pirâmide Alimentar

Observe a pirâmide nutricional da Dieta Mediterrânea para entender o consumo diário (em porções) recomendado para se alcançar os benefícios desta dieta.

 

Como fazer a Dieta Mediterrânea

Adicione na alimentação frutas, vegetais, legumes, sementes e cereais integrais, óleos como o azeite de oliva, queijos e iogurte. Segundo nutricionistas alguns alimentos não podem faltar na dieta, como a maçã, o tomate, o alho e o vinho tinto.

– O vinho deve ser consumido durante as refeições, em especial durante o almoço e o jantar. Em caso de não tomar bebidas alcoólicas ou a dieta ser seguida por crianças, o suco de uva integral pode substituir o vinho.

– Comer doces e sobremesas uma ou duas vezes por semana e não diariamente.

– Pratique exercícios diariamente por pelo menos 30 minutos. Podem ser exercícios leves e moderados como a caminhada.

Leia também: Metabolismo Acelerado

Dieta e regime – Quais as diferenças?

Dieta e Regime qual escolher para emagrecer?

Compartilhe >>>

 

Existe uma frequente confusão em associar dieta e regime, mas será que é a mesma coisa? Claro que não! São dois processos diferentes, portanto não são palavras sinônimas.

Imagem freegreatpictures

 

Dieta propriamente dita

A dieta em si, tem várias vertentes e significa a mudança de hábitos alimentares para se conquistar um objetivo de forma equilibrada. Pode ser dieta para diabéticos, hipertensos, pessoas que necessitam de mais cálcio ou ferro, para emagrecer ou até mesmo para engordar. Normalmente a dieta tende a ser equilibrada e saudável, favorecendo não só a causa em si, mas, todo o organismo.

Se optar pela dieta, terá melhores resultados em longo prazo e mais sucesso no controle do peso, além de fornecer ao organismo os nutrientes necessários para sua manutenção, mais vigor nas atividades diárias, auxilia na redução do peso bem como na sua manutenção, além de promover a longevidade e o equilíbrio nutricional.

Para melhor eficácia, a dieta deve ser personalizada para cada pessoa dependendo das necessidades pessoais, dos hábitos e do estilo de vida de cada um, além da idade e sexo que também são fatores a se considerar. Recomenda-se a orientação de um profissional habilitado e experiente. Vai receber dicas de reeducação alimentar que farão grande diferença no dia-a-dia ao longo dos anos e facilitará a manutenção do peso sem muito esforço.  Uma dica é a Dieta dos Pontos, onde cada alimento é traduzido por pontos que são somados durante o dia até atingir a necessidade diária de cada um, o que pode variar.  

 

Conceito de Regime

Já o regime se baseia em uma restrição alimentar na qual o resultado é em curto prazo e com o objetivo apenas para perder peso. Normalmente restringe a ingestão de alguns alimentos e depois de certo tempo, deixando o regime de lado, pode acontecer o famoso efeito sanfona, pois a pessoa volta a comer normalmente, aumentando ainda mais o risco de ganhar peso com mais facilidade.

Se optar pelo regime, com orientação nutricional e inúmeras restrições, você terá dia e hora para começar e terminar. O sacrifício é grande e ao final, mesmo perdendo peso, necessariamente seu corpo não perderá gordura e sim água. Além de não conscientizar o organismo do que ele precisa consumir.

Tome cuidado com os títulos: Dietas Milagrosas, Dieta da Princesa, Dieta Dukan, Dieta Detox e etc. Nada mais são que regimes rígidos em que você emagrece, mas, depois, o peso antigo volta rapidinho se não houver um cuidado com a alimentação, que deve ser equilibrada e saudável. Tente sempre saber diferenciar entre dieta e regime para não cometer alguns dos erros mais comuns quando o objetivo é perder alguns quilinhos.

Portanto, agora você já sabe a diferença entre dieta e regime e pode optar por um ou pelo outro, não esquecendo que o organismo tem seu limite e precisa de certos nutrientes para se manter saudável mesmo perdendo gordura. Fique atento e procure um médico ou nutricionista para melhor orientação do seu processo de emagrecimento.

Leia também: Dieta Mediterrânea para Emagrecer com saúde

Compartilhe >>>

Google+

Dietas – Como Escolher a Melhor?

Confira as Melhores Dietas para Emagrecer

 

Quando pensamos em dietas ficamos na dúvida em qual dieta escolher. São tantas dietas disponibilizadas na internet, televisão e em revistas que fica difícil escolher. Vale lembrar que uma dieta saudável deve conter os principais grupos alimentares: os construtores, os energéticos e os reguladores. É a base para uma dieta saudável e com melhores resultados, assim dizem os especialistas e também é a minha opinião, por experiência própria. Confio na reeducação alimentar e sempre tive medo de dietas com muitas restrições alimentares, dietas milagrosas ou com medicamentos pesados que inibam o apetite. Normalmente estes medicamentos tem anfetamina, que é o principio ativo de drogas como o êxtase. Fazem mal a saúde e causam depressão.

 

Dieta ou Regime?

Vale ressaltar que existe uma frequente confusão em associar dieta com regime. São dois processos diferentes, não sendo assim palavras sinônimas. A dieta é o conjunto de mudanças de hábitos e o regime, a restrição de alimentos para se perder peso rapidamente. (leia mais)

 

TOP das Dietas famosas entre os brasileiros

São tantas dietas para escolher, mas aqui, separei as 10 dietas mais saudáveis para perder peso com saúde. Confira abaixo aleatoriamente e não por ordem de eficácia.

 

Dieta dos Pontos

Com essa dieta além de contar as calorias, você conta os pontos de cada alimento ingerido. O limite de pontos é diferente de pessoa para pessoa, variando de acordo com idade, sexo, altura, hábitos alimentares e atividades físicas. Obs. Se quiser perder, por exemplo, 4 quilos por mês a ingestão diária não pode ultrapassar a 320 pontos = 1200 calorias. (leia mais)

 

Dieta Mediterrânea

Como o nome diz, é a dieta dos povos que circundam o Mar Mediterrâneo. A dieta promete saúde, longevidade e o peso ideal. Baseia-se no consumo de trigo, peixes, alimentos frescos cultivados sem aditivos químicos, azeite de oliva e vinho tinto. Faz bem tanto para o corpo tanto para a mente. (leia mais)

 

Dieta da USP

A dieta é bem rígida, não é fácil manter, mas faz perder em pouquíssimo tempo 15 quilos. A base do cardápio é formada por alimentos como ovos, presunto e café. Estranho? Funciona, mas cuidado! É uma dieta sem balanço nutricional, portanto o organismo pode apresentar alguns riscos e alguns sintomas durante o processo. (leia mais)

 

Dieta das combinações

Essa dieta favorece a absorção mais saudável dos nutrientes ingeridos em cada refeição. Ajuda na perda de peso sem sacrifícios. Baseia-se na combinação de alimentos que se completam entre si, aumentando a absorção dos nutrientes dos mesmos. Tem certas restrições de determinados grupos alimentares que não devem ser ingeridos juntos numa mesma refeição para não atrapalhar ou reduzir a absorção dos nutrientes ingeridos.

 

Dieta das calorias negativas

Além de serem nutritivos alguns frutos, legumes e verduras têm calorias negativas sendo aliados no emagrecimento. Baseia-se em alimentos que possuem menos energia do que gastam na digestão. Os alimentos crus e os mais fibrosos gastam mais energia na digestão favorecendo o emagrecimento. Frutas como Melancia e Maçã devem ser incluídas na dieta, pois ajudam a saciar a fome, aumentar o metabolismo e na queima de gorduras. (leia mais)

 

Dieta de Atkins ou Dieta das Proteínas

Dieta inventada pelo cardiologista americano Dr. Robert Atkins, limitando a ingestão de carboidratos à 20 gramas por dia. O processo faz com que o organismo utilize a gordura corporal como energia ao invés de carboidratos. Inclui a redução brusca de carboidrato e a ingestão excessiva de proteína e gordura animal. Traz riscos para a saúde, mas funciona em primeira instância, emagrece de forma rápida, porém não de forma saudável.

 

Dieta da sopa

É composta basicamente por sopas de baixas calorias que ajudam a perder peso rapidamente. Apesar de conter legumes e verduras pode prejudicar o bom funcionamento do organismo. O interessante é balancear os ingredientes de forma que não falte nenhum nutriente básico para manutenção do organismo.

 

Leia também: Dieta e Regime – Quais as diferenças?

 

Gostou deste post? Então deixe um comentário ou compartilhe!

 

Peso ideal – Como descobrir o seu?

Peso ideal específico

 

Muitas mulheres invejam o padrão de beleza mundial e gostariam de segui-lo. Há uma grande diferença entre mulheres com peso padrão para passarela e mulheres magras e saudáveis. Quando se pensa em peso ideal devemos analisar em um modo geral que cada um tem um peso ideal específico.  Isso varia de acordo com a altura e a estrutura corporal de cada pessoa. A dançarina Scheila Carvalho tem 1,60 de altura e pesa 55 quilos, muito bem distribuídos em um corpo perfeito e super saudável. Já a modelo Gisele Bündchen tem 1,79 de altura e 52 quilos e é referência mundial em padrão de beleza e estampa capas como Vogue e Marie Claire constantemente.

Imagem freegreatpictures

 

Vamos analisar mais de perto!

Para saber o peso ideal temos a fórmula IMC, que significa Índice de Massa Corporal. Para calcular o peso ideal de uma pessoa devemos usar um cálculo simples:

IMC = Peso (kg) / Altura² (metros)*

* altura2= altura x altura

 Ps: para facilitar o cálculo do seu IMC disponibilizamos uma calculadora do lado direito nesta tela.

 

Analisando o peso da Scheila Carvalho

IMC= 55 kg / 2,56 = 21,5 >>> Peso Ideal.

Analisando o peso da Gisele Bündchen

IMC= 52 / 3,20 = 16,2 >>> Peso Baixo. Cuidado!

Analisando o meu peso (60kg e 1,61m)

IMC = 60 / 3,22 = 23,1 >>> Peso Ideal.  😀

Agora vamos analisar pela tabela do IMC os resultados das comparações:

  • Até 18,5: Você está abaixo do peso
  • De 18,5 até 24,5: Seu peso é ideal
  • De 25 até 29,5: Você está acima do peso
  • De 30 até 34,5: Você está obeso (a) grau I
  • De 35 até 39,5: Você está obeso (a) grau II
  • Acima de 40: Cuidado! Você está obeso (a) grau III

 

Levando em consideração os resultados:

Se compararmos os resultados a Scheila Carvalho teve índice de IMC=21,5 está com peso ideal e a Gisele Bündchen teve índice de IMC=16,2 está abaixo do peso ideal. Já eu, uma mulher comum e de padrões normais, atingi o peso ideal, mesmo achando que devo emagrecer mais um pouco. Complicado! Modelos de passarela normalmente estão abaixo do peso e isso não é saudável, elas sofrem com as restrições alimentares e ficam com a resistência fraca, tudo pela moda!

 

Acima do Peso

Se você está acima do peso ideal, leia “Quais dietas devo escolher?” e descubra qual a dieta que melhor irá se adaptar. O fato de estar acima do peso não é só uma questão de estética, mas também de saúde e de sentir bem consigo mesmo (a). Mas ressalto, não tem dieta melhor que a Reeducação Alimentar (leia também neste blog). Você irá perceber com o tempo que aprendendo a comer, você pode manter o peso por muito mais tempo!

 

Você é o que você come!

O ideal é comer de tudo um pouco, mas alimentos com qualidade nutritiva e baixo teor de gordura, sal e açúcares. Verduras, legumes, frutas, grãos e muita água ajudam o organismo a controlar os índices de açúcar, triglicéricos, colesterol e a pressão.

Coma em pequenas quantidades, mais vezes ao dia, pelo menos 5 refeições por dia com intervalo de 3 em 3 horas, além de aumentar o metabolismo para melhorar a absorção dos alimentos, evita o acúmulo de gorduras. Exercícios devem ser frequentes e diários, pelo menos 30 minutos. Pode ser uma caminhada leve, já estimula o organismo, aumenta à resistência física, respiratória e cardiovascular, ajuda na queima de calorias, reduz o estresse e ainda aumenta a autoestima.

É o primeiro passo para estar de bem com o corpo e ficar em forma de maneira saudável e sem sacrifícios para chegar ao seu peso ideal.

 

Leia também: Dietas – quais escolher?

Google+

 

Dieta dos Pontos – Como funciona?

Dieta dos Pontos

Compartilhe >>>

 

A nutricionista Camila fala sofre a dieta dos pontos nesta entrevista concedida ao programa Vida MelhorConfira no vídeo abaixo e se liga nas dicas para emagrecer de forma saudável sem comprometer sua saúde.

 

 

Confira um artigo com mais informações sobre a dieta dos pontos clicando aqui.

Leia também: Peso ideal – Como descobrir o seu?