Jejum intermitente para emagrecer

O jejum intermitente é uma prática milenar que consiste em alternar períodos de alimentação e de abstinência de comida. Embora seja uma forma natural de regular o metabolismo e a saúde, o jejum intermitente ganhou popularidade nos últimos anos como uma estratégia para emagrecer, prevenir doenças e melhorar o bem-estar.

Neste artigo, vamos explicar o que é o jejum intermitente, por que ele é benéfico e como você pode adotá-lo na sua rotina. Além disso, vamos apresentar alguns cardápios para você se alimentar de forma saudável após o jejum.

O que é o Jejum Intermitente?

O jejum intermitente é um padrão alimentar que envolve períodos de restrição calórica ou de ingestão zero de alimentos, seguidos de períodos de alimentação normal ou livre. Existem vários tipos de jejum intermitente, que variam de acordo com a duração, a frequência e o horário dos períodos de jejum e de alimentação. Alguns exemplos são:

  • Jejum de 16 horas: consiste em jejuar por 16 horas seguidas, geralmente durante a noite e a manhã, e se alimentar em uma janela de 8 horas, por exemplo, das 12h às 20h.
  • Jejum de 24 horas: consiste em jejuar por 24 horas uma ou duas vezes por semana, por exemplo, das 20h de segunda-feira às 20h de terça-feira, e se alimentar normalmente nos outros dias.
  • Jejum 5:2: consiste em jejuar por dois dias não consecutivos na semana, consumindo no máximo 500 calorias nesses dias, e se alimentar normalmente nos outros cinco dias.
  • Jejum alternado: consiste em jejuar em dias alternados, consumindo no máximo 500 calorias nos dias de jejum, e se alimentar normalmente nos dias de alimentação.

O jejum intermitente não é uma dieta, mas sim uma forma de organizar as refeições. Portanto, ele não determina quais alimentos você deve comer, mas sim quando você deve comer.

No entanto, é importante que você mantenha uma alimentação equilibrada e nutritiva nos períodos de alimentação, evitando alimentos processados, açucarados e gordurosos, e priorizando alimentos naturais, integrais e ricos em proteínas, fibras, vitaminas e minerais.

Por que o Jejum Intermitente é Benéfico?

O jejum intermitente pode trazer vários benefícios para a sua saúde, desde que seja feito de forma adequada e orientada por um profissional. Alguns desses benefícios são:

Emagrecimento

O jejum intermitente pode ajudar a reduzir o peso corporal, a gordura abdominal e o índice de massa corporal (IMC), pois diminui a ingestão calórica e aumenta o gasto energético.

Além disso, o jejum intermitente pode melhorar a sensibilidade à insulina, o hormônio que regula o açúcar no sangue, e estimular a produção de hormônios que favorecem a queima de gordura, como o glucagon e o hormônio do crescimento.

Prevenção de doenças

O jejum intermitente pode prevenir ou melhorar condições como diabetes, obesidade, doenças cardiovasculares, inflamações, câncer e envelhecimento precoce, pois reduz os níveis de glicose, colesterol, triglicerídeos, pressão arterial e marcadores inflamatórios no sangue, além de aumentar a resistência ao estresse oxidativo e a capacidade de reparação celular.

Melhora do bem-estar

O jejum intermitente pode melhorar o humor, a concentração, a memória, a criatividade e a produtividade, pois aumenta a liberação de neurotransmissores como a dopamina, a serotonina e a noradrenalina, que estão relacionados ao prazer, à felicidade e à motivação.

Além disso, o jejum intermitente pode melhorar o sono, a qualidade de vida e a autoestima, pois promove um maior controle sobre os hábitos alimentares e o corpo.

dietas para emagrecer rápido

Dicas para Praticar o Jejum Intermitente

Se você se interessou pelo jejum intermitente e quer experimentá-lo, aqui vão algumas dicas para você começar:

  • Escolha um tipo de jejum intermitente que se adapte ao seu estilo de vida, preferências e objetivos. Não existe um tipo de jejum intermitente melhor do que o outro, mas sim aquele que você consegue seguir com consistência e conforto.
  • Comece devagar e aumente gradualmente a duração e a frequência dos períodos de jejum. Não tente jejuar por muito tempo ou com muita frequência logo de cara, pois isso pode causar efeitos colaterais como fome, irritabilidade, dor de cabeça, tontura e fraqueza. Dê tempo para o seu corpo se acostumar com o novo padrão alimentar e faça ajustes conforme a sua tolerância e resposta.
  • Beba bastante água e outros líquidos não calóricos durante os períodos de jejum, como chá, café, água com limão e água com gás. Isso vai ajudar a manter a hidratação, a saciedade e a eliminação de toxinas. Evite bebidas alcoólicas, açucaradas e adoçadas artificialmente, pois elas podem quebrar o jejum e prejudicar os seus benefícios.
  • Coma alimentos saudáveis e nutritivos nos períodos de alimentação, dando preferência a fontes de proteínas magras, carboidratos complexos, gorduras boas, fibras, vitaminas e minerais. Evite alimentos processados, açucarados e gordurosos, pois eles podem causar picos de insulina, inflamação e ganho de peso. Além disso, não exagere na quantidade de comida, pois isso pode anular o déficit calórico criado pelo jejum e impedir o emagrecimento.
  • Pratique atividade física regularmente, de preferência nos períodos de alimentação ou logo após o término do jejum. O exercício físico pode potencializar os efeitos do jejum intermitente, pois aumenta o gasto calórico, a queima de gordura, a massa muscular, a sensibilidade à insulina e a saúde cardiovascular. No entanto, evite exercícios de alta intensidade ou longa duração durante os períodos de jejum, pois isso pode causar hipoglicemia, desidratação e perda de massa muscular.
  • Consulte um médico e um nutricionista antes de iniciar o jejum intermitente, especialmente se você tiver alguma condição de saúde, como diabetes, hipertensão, hipotireoidismo, anemia, gastrite, úlcera, doença renal ou hepática, ou se você estiver grávida, amamentando, em crescimento ou usando algum medicamento. O jejum intermitente pode ser contraindicado ou exigir cuidados especiais nesses casos, por isso é importante ter uma orientação profissional e um acompanhamento médico.

6 Cardápios para Ingerir no Pós Jejum

Uma das dúvidas mais comuns de quem pratica o jejum intermitente é o que comer após o término do jejum. A primeira refeição após o jejum é importante, pois ela vai fornecer os nutrientes necessários para o seu organismo funcionar bem e se recuperar do período de restrição. Por isso, é recomendado que você escolha alimentos saudáveis, leves e de fácil digestão, evitando alimentos pesados, gordurosos e irritantes. Aqui vão alguns exemplos de cardápios para você se inspirar:

  • Cardápio 1: Omelete de claras com espinafre e queijo cottage + 1 fatia de pão integral com pasta de amendoim + 1 copo de suco de laranja natural.
  • Cardápio 2: Iogurte natural desnatado com granola e frutas vermelhas + 2 torradas integrais com queijo branco e geleia sem açúcar + 1 xícara de chá verde.
  • Cardápio 3: Panqueca de aveia e banana com mel e canela + 1 copo de leite desnatado com cacau em pó + 1 maçã.
  • Cardápio 4: Salada de folhas verdes, tomate, cenoura, pepino e atum + 1 porção de arroz integral + 1 porção de feijão + 1 filé de frango grelhado + 1 copo de água de coco.
  • Cardápio 5: Sopa de legumes com macarrão integral e frango desfiado + 1 fatia de pão integral com requeijão light + 1 pera.
  • Cardápio 6: Sanduíche de pão integral com peito de peru, queijo mussarela, alface e tomate + 1 copo de suco de abacaxi com hortelã + 1 barrinha de cereal.

Questões Relacionadas ao Jejum Intermitente

Agora que você já sabe o que é o jejum intermitente, por que ele é benéfico e como praticá-lo, vamos responder algumas questões relacionadas ao tema:

  • O jejum intermitente é seguro? Sim, é seguro para a maioria das pessoas saudáveis, desde que seja feito de forma adequada e orientada por um profissional. No entanto, existem algumas situações em que o jejum pode ser contraindicado ou exigir cuidados especiais, como mencionado anteriormente. Por isso, é importante consultar um médico e um nutricionista antes de iniciar o jejum intermitente, especialmente se você tiver alguma condição de saúde, estiver grávida, amamentando, em crescimento ou usando algum medicamento.
  • O jejum intermitente causa perda de massa muscular? Não causa perda de massa muscular, desde que você consuma uma quantidade adequada de proteínas nos períodos de alimentação e pratique atividade física regularmente, de preferência nos períodos de alimentação ou logo após o término do jejum. O jejum pode até aumentar a massa muscular, pois estimula a produção de hormônio do crescimento, que é responsável pelo anabolismo muscular. Além disso, o jejum pode preservar a massa muscular, pois favorece a queima de gordura em vez de glicogênio ou proteínas como fonte de energia.
  • O jejum intermitente causa efeito sanfona? Não causa efeito sanfona, desde que você mantenha uma alimentação equilibrada e saudável nos períodos de alimentação e não exagere na quantidade de comida. O efeito sanfona é causado pela perda e ganho de peso repetidos, que podem ocorrer quando se faz dietas muito restritivas e insustentáveis, que levam à compulsão alimentar e ao desequilíbrio metabólico. O jejum, por outro lado, é uma forma de organizar as refeições, que pode ser adaptada ao seu estilo de vida, preferências e objetivos, e que pode promover um emagrecimento duradouro e saudável.

Dúvidas Comuns sobre o Jejum Intermitente

Para finalizar, vamos esclarecer algumas dúvidas comuns que as pessoas têm sobre o jejum intermitente:

Posso comer o que eu quiser nos períodos de alimentação?

Não, você não pode comer o que você quiser nos períodos de alimentação, pois isso pode prejudicar os benefícios do jejum intermitente e até causar efeitos colaterais, como ganho de peso, aumento da glicose, do colesterol, da pressão arterial e da inflamação.

Você deve comer alimentos saudáveis e nutritivos nos períodos de alimentação, dando preferência a fontes de proteínas magras, carboidratos complexos, gorduras boas, fibras, vitaminas e minerais. Evite alimentos processados, açucarados e gordurosos, pois eles podem causar picos de insulina, inflamação e ganho de peso.

Posso beber álcool durante o jejum intermitente?

Não, você não pode beber álcool durante o jejum intermitente, pois o álcool é uma fonte de calorias, que pode quebrar o jejum e prejudicar os seus benefícios. Além disso, o álcool pode causar desidratação, irritação gástrica, alteração do sono, do humor e da cognição, e interferir no metabolismo da glicose e da gordura.

O álcool também pode aumentar o apetite e a vontade de comer alimentos calóricos e pouco saudáveis, o que pode comprometer o seu emagrecimento e a sua saúde.

Posso fazer jejum intermitente todos os dias?

Você pode fazer jejum intermitente todos os dias, desde que você escolha um tipo de jejum intermitente que se adapte ao seu estilo de vida, preferências e objetivos, e que você se sinta bem e confortável com ele.

No entanto, não é necessário fazer jejum intermitente todos os dias para obter os seus benefícios, pois eles dependem mais da qualidade do que da quantidade dos períodos de jejum e de alimentação. Você pode alternar os dias de jejum com os dias de alimentação normal, ou fazer jejum intermitente apenas algumas vezes por semana, conforme a sua conveniência e necessidade.

Jejum intermitente para emagrecer

Conclusão

O jejum intermitente é uma prática milenar que consiste em alternar períodos de alimentação e de abstinência de comida. Ele pode trazer vários benefícios para a sua saúde, como emagrecimento, prevenção de doenças e melhora do bem-estar, desde que seja feito de forma adequada e orientada por um profissional.

O jejum intermitente não é uma dieta, mas sim uma forma de organizar as refeições, que pode ser adaptada ao seu estilo de vida, preferências e objetivos. O jejum não é para todos, mas pode ser uma opção interessante para quem busca uma forma natural e flexível de regular o metabolismo e a saúde.

Esperamos que este artigo tenha sido útil e esclarecedor para você. Se você gostou, deixe a sua opinião sincera, sugestões e compartilhe o artigo com os seus amigos. Até a próxima!

Para ver mais conteúdos sobre Jejum intermitente acesse nossas redes sociais

By Andreas

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo ❤